Em formação

Por que os cães vão a lugares onde há lixo queimado?


Qual é a substância química pela qual eles são atraídos e podem cheirar?


Por que os cães rolam no cocô (e outras coisas fedorentas)

Os behavioristas caninos podem nos dizer por que seu cão roe seus sapatos (nervosismo ou tédio), persegue esquilos (porque é divertido) e "corre" durante o sono (ele está sonhando). Mas existem alguns comportamentos que deixam até os cientistas mais experientes coçando a cabeça. Isso inclui um dos hobbies mais desconcertantes dos cães: rolar em coisas fedorentas. De peixes mortos a cocô, alguns cães simplesmente gostam de se cobrir com cheiros cheirosos que deixam seu dono arfando de desgosto de nariz enrugado. Quer você entenda ou não, veja como lidar com isso.

Por que os cães rolam no cocô

Embora não haja uma resposta definitiva, existem muitas teorias sobre por que os cães rolam em cocô e outras coisas fedorentas. A Rede Mãe Natureza apresentou as teorias mais populares, incluindo estas duas:

  • Seu cachorro está tentando esconder seu próprio cheiro: Os ancestrais de sua batata de sofá não comiam ração em suas tigelas duas vezes por dia, em vez disso, eles tinham que caçar para sobreviver. Rolando no cheiro de sua presa - ou seu cocô disponível - eles podiam esconder seu próprio cheiro e se aproximar do jantar sem assustá-lo. Seu cão está simplesmente obedecendo a um instinto ancestral que foi transmitido por milhares de anos.
  • Seu cão está se comunicando com sua "matilha": Rolando em uma bagunça fedorenta, seu cão pode se comunicar com o resto da matilha (talvez apenas você) sobre essa coisa incrível (poderia ser comida ?!) que ele encontrou. Esta teoria se desenvolve nas instalações de pesquisa de Wolf Park em Indiana, onde um pesquisador associado disse à Mother Nature Network que depois de farejar um companheiro de matilha que rolou em algo, outros lobos foram vistos seguindo aquele cheiro de volta à sua origem. Isso ajuda na caça: ao entender onde sua presa esteve, os lobos podem rastreá-la melhor.
  • Seu cachorro está deixando seu próprio cheiro para trás: Como a BBC Earth propõe, seu cão pode realmente estar tentando deixar seu próprio cheiro para trás. Isso coincide com outro comportamento do cão: marcar. Todos nós conhecemos a imagem de um cachorro urinando em tudo, especialmente logo depois que outro cachorro o faz. Geralmente, isso é considerado um comportamento territorial para permitir que outros cães e animais saibam que esta é a área do seu cão. Também pode ser tão simples quanto comunicar a outros cães que seu cão esteve lá e investigou o odor fedorento.

Diminuindo a velocidade

Não importa o motivo, você provavelmente só quer que seu cão pare com essa atividade enlouquecedora que lhe traz tanta alegria e a você tanto tapete sujo. Então, como você pode interromper esse comportamento? Você provavelmente não será capaz de conter o instinto que está conduzindo seu cão, mas pode limitar as oportunidades dele.

Quando estiver passeando, mantenha seu cão na coleira em lugares onde você sabe que ele provavelmente irá parar, cair e rolar. Recolha cocô em seu quintal assim que seu cão feliz fazendo suas tarefas e fique de olho em animais mortos, lama ou outros perigos. Você também pode ensinar seu cão a obedecer a um comando básico como "deixe" ou "venha", que o atrairá para uma atenção positiva em vez de bagunça.

Os cães também têm um talento especial para entrar no lixo. Embora na maioria das vezes isso seja porque eles estão procurando por um lanche extra que você possa ter jogado fora, eles não deixam de rolar no lixo, especialmente se ele for particularmente fedido. Certifique-se de proteger suas latas de lixo de modo que seu cão não possa entrar nelas para ajudar a evitar o cheiro de lixo fedorento em todos os lugares que seu cão decidir ir para a casa depois.

O fedor está aumentando. O que agora?

Por mais que você tente, às vezes uma cheirada diz que seu cão encontrou o caminho para seu lugar super fedorento e feliz quando você não estava prestando atenção. Você vai ter que prender a roupa no nariz e ensaboá-lo. Existem shampoos neutralizantes de odores no mercado, alguns dos quais incluem óleo de laranja (reconhecido como um desodorizante e desengordurante seguro para vira-latas fedorentos).

Outra opção é misturar bicarbonato de sódio, peróxido de hidrogênio e um sabonete líquido suave em uma tigela de metal. Banhe seu cão na mistura, mas tome cuidado para evitar seus olhos, pois pode queimar. Enxágue o cachorro muito bem quando terminar. Foi comprovado que este remédio caseiro funciona em um antigo episódio de MythBusters.

Se o seu cachorro gosta de voltar para casa cheirando a cocô em vez de perfume, pedimos desculpas. Mas você pode superar essa situação fedorenta prestando muita atenção ao seu filhote ao ar livre e mantendo materiais de limpeza seguros para animais de estimação à mão. Afinal, cães fedorentos também merecem amor.

Biografia de Contribuidor

Kara Murphy

Kara Murphy é uma escritora freelance e mãe de estimação que vive em Erie, Pensilvânia. Ela tem um goldendoodle chamado Maddie.


Por que os cachorros vão a lugares onde há lixo queimado? - Biologia

Robert, da Union Street, acabou de entrar em contato com a PMFA para nos informar sobre uma conversa que ele teve com um dono de cachorro na frente de sua casa ontem. O incidente o deixou pensando se sua reação era justificada ou não.
Vou deixar Robert recontar com suas próprias palavras:
Estou me perguntando se você pode fazer uma votação com seus leitores. Ontem à noite eu estava sentado na minha varanda e uma mulher com um cachorro grande veio andando. Ela estava profundamente envolvida com seu iphone. e estava permitindo que seu cachorro andasse lentamente ao longo das cercas. Quando eles chegaram à minha casa, ela permitiu que o cachorro farejasse por um tempo e então o cachorro começou a urinar nas beiradas de hera do meu jardim.

Eu educadamente perguntei se ela poderia evitar que seu cachorro urinasse na minha hera, pois a urina do cachorro está matando-o em partes. Ela me ignorou e ficou enterrada em seu iphone. Eu me repeti e ela ficou com raiva. me disse que eu tinha que ser realista. disse-me que os cães precisam de ser livres. Respondi que ela estava sendo hostil e que havia muitos lugares novos para seu cachorro fazer seus negócios sem matar minha hera. Ela começou a balbuciar sobre cachorros que precisam ser livres. Eu disse a ela se ela queria permitir que seu cachorro matasse plantas, ela deveria permitir que ele fosse na frente de sua própria casa.

Estou sendo irracional aqui?
Obrigado. Robert, da Union Street.

Eu avisei Robert que isso provavelmente gerará uma discussão bastante animada.

Vou adicionar meus dois centavos primeiro. Sempre fico surpreso com o fato de as pessoas deixarem seus cachorros fazerem xixi bem na minha cerca e nas minhas plantas, especialmente quando estou bem no meu jardim da frente. Sempre tento chamar a atenção do proprietário para expressar meu descontentamento, mas evito confrontos diretos. Estou do lado de Robert.
E você?

34 comentários:

Wheeeeeeeeee. Isto vai ser divertido! Estou com você e Robert e o elogio por seu raciocínio rápido ao dizer à mulher para mandar o cachorro fazer xixi no quintal dela.

E é claro que eu quis dizer Dave, não Robert. Cérebro de enxaqueca de umidade hoje !!

Não tenho nada de bom a dizer sobre donos de cachorros ou pessoas que usam seus celulares.

Estou completamente do lado de Robert. Fico louco que as pessoas não ensinem seus cães a andar no meio-fio da calçada. Não há razão para deixar um cachorro fazer xixi na cerca ou no jardim de alguém.

No entanto, uma vez alguém gritou comigo por deixar nosso cachorro fazer xixi em uma árvore de tamanho médio. Isso parecia um pouco extremo. Certamente não ia machucar a árvore e não fazia parte do jardim de alguém.

Eu concordo totalmente. Os cães não devem urinar em plantas, ou inclinações, ou cercas, ou plantadores.

Tenho um cachorro e nem sonharia em deixá-lo fazer xixi ou cocô nas cercas, jardins, plantas, árvores etc. Se ela gravitasse para qualquer um desses lugares, eu a levaria embora. As pessoas devem controlar seus cães, ponto final. Não é o contrário.

O dono do Dog estava fora da linha e um idiota. A "liberdade" do cão não permite que ele prejudique a propriedade de alguém, neste caso a hera que foi urinada. Da próxima vez, grave o incidente (vídeo) e leve-o à polícia. O dono do cachorro é culpado de vandalismo.

Os donos de cães também devem respeitar os funcionários do saneamento, não permitindo que seu animal de estimação idiota urine no lixo e em sacos de lixo reciclável. Isso é nojento.

Sou dono de três cães e nunca, jamais, deixaria um de meus cães ir ao banheiro da casa ou propriedade de alguém. Direi que existem alguns donos que acham que seus cães podem ir aonde quiserem. Eu saí de minha casa um dia e uma mulher realmente tinha seu cachorro dentro do meu portão fazendo xixi na grama. Perguntei se ela estava louca e ela apenas respondeu. opps desculpe!

Eu tenho um cachorro, e é tão simples quanto fazer o cachorro andar no meio-fio da rua. Os cães não devem "ser livres" e é por isso que os mantemos na coleira. Tento não permitir que ela faça xixi em qualquer caixa / área de árvore que foi claramente mantida por um proprietário, mas às vezes, se for no lado do meio-fio da calçada, é difícil de evitar. NO ENTANTO, se o cão nunca caminhar ao longo do portão da calçada, ele não poderá fazer xixi no portão de alguém. Não é difícil.

Eu gostaria de acrescentar que concordo que cachorros não deveriam ir para latas de lixo e coisas assim! É irritante. Digo isso como dono de um cachorro, mas gostaria que todos os donos de cães tentassem ser respeitosos porque isso faz com que o resto de nós pareça um lixo.

Árvore, Ivy, cerca que tal fazer xixi na sua varanda !! Isso mesmo, não tenho arbustos ou plantas e minha varanda é um mictório para frequentadores de bares e agora cachorros. Experimente um pouco de pó de Cheyanne ao longo da hera e veja se isso resolve o problema. Resolveu para mim e sem mais discussões com donos desrespeitosos de cabeça dura.

Outro dia, eu sou o cara que realmente pensou que um vizinho estava dizendo & quothi & quot para mim. Eu respondi & quotbelo dia, não é & quot. Só então percebi que eles estavam no celular, falando em um dispositivo viva-voz. Em seguida, comentaram do outro lado da linha: & quotEste louco está falando comigo & quot. Bem, isso me fez sentir ótimo. Coloque o seu maldito dispositivo móvel no bolso, conecte-se com seu animal de estimação, as pessoas e a natureza ao seu redor. Não consigo nem dirigir / andar 1 quarteirão sem que alguém em um cruzamento olhe para o telefone sem perceber que um carro está prestes a atropelá-lo.

Cão passeando ou não, vamos ser a consciência dos outros ao nosso redor enquanto usamos nossos telefones. E pensar que um vizinho seria realmente amigável e diria alô!

Todo mundo é tão rápido em comentar que NUNCA deixaria seu animal de estimação fazer xixi aqui ou ali. Mas a verdade é que você faria se estivesse absorto em seu telefone. Embora tenha certeza, você não os deixaria fazer isso quando está monitorando criteriosamente seu companheiro canino em vez de um iphone.

Pessoas. Chega de zumbi do Iphone caminhando, conversando e enviando mensagens de texto. Leve a conversa para sua sala de estar e, relevante para este caso, pare de enviar mensagens de texto intermináveis ​​e usar aplicativos.

Seu cão pode não se importar, mas os humanos sim.

Apoio totalmente e tive a mesma conversa com um homem sobre levar seu cachorro para fazer xixi em seu jardim. Meus zimbros são queimados rotineiramente e mais de uma vez eu tive que limpar fezes. Quando a situação permitir, pretendo tirar uma foto dos donos e cães infratores e, pelo menos, postar na minha cerca.

Momentos antes de ler este post, olhei pela janela e vi uma mulher deixando seu cachorro fazer xixi no saco plástico de papel reciclado que eu acabara de colocar no meio-fio. Quão rude, imprudente e desrespeitoso com os trabalhadores do saneamento.

Não sei que tipo de mundo idílico você acha que é Nova York, mas supere isso. Um cachorro fazendo xixi em uma cerca é a última coisa com que você deve se preocupar nesta cidade. Um cachorro urina em um local específico, não para destruir seus amores-perfeitos para irritá-lo, mas para mostrar domínio sobre outro cachorro que já esteve lá antes. Não é tão simples quanto manter seu cão na calçada. Alguns cães simplesmente não fazem seus negócios no concreto ou na rua. Pelo seu raciocínio, as pessoas devem ser treinadas para não ficarem no meio da calçada do lado de fora de restaurantes e bares enquanto fumam, conversam ao telefone e se socializam. Mas eles fazem. Também pelo seu raciocínio, aqueles de nós com cães devem ter o direito e ser elogiados por arrastar esses humanos imprudentes para fora do nosso caminho. E se você não gosta de sacos de lixo em sua lata de lixo, exija recipientes de lixo da cidade em cada esquina. Suponho que a maioria dos donos de cães não quer carregar um saco de lixo por aí até chegar a uma rua principal e encontrar um recipiente para lixo. Esses são meus dois centavos.

Eu estava sentado na minha varanda na semana passada, quando alguém deixou seu cachorro enorme soltar uma torrente de urina NA ESCADA! Ela nunca fez qualquer tentativa de puxar o cachorro para longe e eu estava sentado a centímetros da bagunça, para não mencionar que é minha varanda que terei que refazer por causa da bagunça cáustica.
Todos nós sabemos que a urina ácida estraga as flores e, para quem disse que não danifica as árvores, pense novamente. Olhe para a base dos postes de luz & # 39popular & # 39 e você verá que eles estão enferrujados por causa de toda a urina do cachorro.
A lei é para & quotCurtar seu cão & quot ou uma multa de US $ 250, não para & quotTripar seu cão & quot.

A maioria dos donos de cães que vejo parece tentar respeitar a propriedade dos donos de casa, mas aqueles que não o fazem e permitem que seus cães façam seus negócios em qualquer lugar dão má fama a todos os cães. Todos os donos de cães devem ser embaixadores de seus animais de estimação e agir de maneira respeitosa e responsável. Fico feliz em receber a dica de pimenta caiena. Vou tentar hoje.

Eu também tenho um poço de árvore coberto de hera que os donos de cães vêem como um poço de urina / cocô de cachorro. Essas pobres árvores de rua, que também merecem ser "livres", mas estão restritas ao seu espaço urbano, sofrem com os depósitos de resíduos concentrados de cães.
Os donos de cães têm todo o direito de acreditar que os cães devem ser "livres", mas uma vez que tomam a decisão de trazer seus cães para o ambiente urbano denso, esses cães também devem viver dentro das restrições do ambiente urbano - que está sendo contido.

Quando estou nas montanhas, também posso fazer xixi onde quiser, mas devo me restringir aqui na cidade. A liberdade na cidade é definida de maneiras muito diferentes, para pessoas, árvores e cães.

Por 15 anos, comprei um ou dois andares de flores no Jardim Botânico do Brooklyn e plantei-as na cova de uma árvore em frente à minha casa para que todos pudessem desfrutar enquanto passavam. Apenas para ver todos eles morrerem rapidamente após serem pisoteados e urinados por donos de cães inconscientes que os deixaram Pular a cerca da cova da árvore, para fazer seus negócios! Não mais. Agora eu apenas deixo encher com excrementos de cachorro que ninguém pega.

Para o autor da postagem que colocou & quottwo centavos & quot. Suas afirmações são tão ilógicas que não sei por onde começar.

Igualar os donos de cachorros aos clientes dos bares é estúpido. Não tem nada a ver com o assunto.

No que diz respeito à sua discussão sobre cães. O cachorro está na coleira? Irá para onde o proprietário permitir. Você opta por deixar o cachorro fazer xixi nas cercas na frente das casas das pessoas. Você pode facilmente passear com o cachorro na rua Bond ou Hicks St, onde não há jardins para arruinar.

Além disso, você está perfeitamente ciente de que encontrar sacos de cocô em latas de lixo residencial irrita as pessoas. Por que a cidade precisa colocar lixeiras em cada quarteirão para você? Você pode facilmente levar o cocô para casa e colocá-lo em suas próprias latas. Mas você também não quer.

Obviamente, você deseja os benefícios de ter um animal de estimação, mas espera que outros compartilhem de suas responsabilidades. Por que devo lidar com jardins de flores mortas, cocô e xixi do SEU cachorro. Porque você escolheu ser preguiçoso? Egoísta?

Muitas pessoas trabalham duro para manter suas casas e jardins bonitos. Você gosta de caminhar por nossos quarteirões arborizados com agradáveis ​​jardins frontais? Mas você não tem responsabilidade de se abster de destruí-lo. Você é narcisista ou estúpido ou ambos.

Se você não tiver consideração pelos seus vizinhos e pela propriedade deles, você deve se mudar para um lugar onde o seu cão tenha hectares para passear e não atrapalhe os outros ou se livre do cão.

Gostaria de salientar que & quotcurbe seu cachorro & quot não significa que um cão deva ir apenas NO CARANGUEJO. Isso significa que eles não devem permitir que seu cão vá a um lugar que seja irritante / atrapalhe. Na verdade, é difícil permitir que apenas cães usem o meio-fio físico, pois há muitas caixas de árvores no caminho. A maioria das caixas de árvores na vizinhança está coberta de lixo, então não tenho certeza de como um cachorro pode piorar as coisas.

Definição de & quotcurb & quot usada como um verbo de Merriam & quotWebster: 1curb substantivo ˈkərb
: uma borda curta ao longo da beira de uma rua que geralmente é feita de pedra ou concreto
: algo que controla ou limita outra coisa. & quot

Algo (o dono de um cachorro) que controla ou limita outra coisa (cachorro): fazer xixi e cocô onde não deveria. árvores, flores, jardins, alpendres, ferragens, etc., que pertencem a outras pessoas que têm de gastar dinheiro suado para reparar / substituir os danos infligidos a eles por donos de cães descuidados.

Eu concordo com Robert. Eu tenho um cachorro. Eu a treinei quando ela era um filhote de cachorro para ir ao meio-fio literalmente descer do meio-fio.
Ela tem dez anos e ainda corre para a calçada para fazer seus negócios e eu tenho o que preciso limpar depois dela.
Sou residente há muito tempo, então me importo com a aparência de nossos blocos. Cães em crescimento eram "livres para vagar" e era uma bagunça nojenta. Proprietários irresponsáveis ​​de cães são patéticos.

Como proprietários de cães e jardineiros, concordamos totalmente com você, Robert. Nós construímos uma adorável (se é que eu mesma digo) guarda-árvores e plantamos flores para embelezar nossa rua bastante feia. Estou além de enojado com os donos de cães que permitem que seus cães urinem em nossa guarda de árvores ou, pior ainda, permitem que seus cães escalem a guarda de árvores e urinem e cocô em nossas flores. Gastamos muito tempo e dinheiro neste projeto para ensinar nosso filho a importância do envolvimento da comunidade, orgulho de onde você mora, a alegria de cuidar do jardim, etc. Nunca permitiríamos que nossos cães danificassem as flores de outra pessoa ou propriedade. Donos de cães egoístas e sem noção que fazem comentários sobre cães que precisam ser livres precisam se mudar para o campo com seus cães. Eu amo todos os cães, mas já estou farto de donos de cães egoístas.

Vamos repreender os rudes donos de cachorros que amarram seus cachorros e vão a cafeterias enquanto os cachorros latem como loucos do lado de fora

Esses rudes donos de cães não apenas deixam seus cães urinarem nas ruas, como também é uma batalha constante mantê-los fora das áreas do parque, onde nossos filhos brincam. Já ouvi muitos donos de cães amaldiçoarem a senhora no parque por pedir educadamente que levassem seus cães para outro lugar.

Olá pessoal. Este é Robert da Union St (ou Dave, como às vezes sou conhecido neste blog).

Agradeço a validação de todos vocês em relação à minha interação com o passeador de cães. Quero agradecer especialmente à pessoa que respondeu a & quottwo cents & quot por resumir como me sinto sobre este assunto.

Continuarei a confrontar educadamente os rudes caminhantes de cães. Estou de olho na senhora do iPhone. Estou tentado a tirar uma foto dela se a pegar de novo. Eu me pergunto se existe um blog de bairro que postaria uma foto apenas para fins de vergonha pública?

Katia, obrigado por nos oferecer um fórum para expor nossas queixas.

Para começar, essa pessoa está errada quanto ao comportamento do cão. Os cães são animais de carga. Como proprietário, você deve ser o alfa e eles devem seguir suas regras, não o contrário. É por isso que os cães "livres" têm mais problemas de comportamento porque os donos não estão assumindo o controle.

Certa vez, repreendi um passeador de cães interessado em telefone celular por permitir que seu cachorro urinasse em um capacete de bicicleta que alguém havia trancado junto com sua bicicleta. É loucura a quantidade de cocô de cachorro que vejo nas ruas, mas nunca vi ninguém que não fizesse a limpeza de seus cachorros, o que me leva a acreditar que quem não sabe está errado e esperar até que ninguém esteja olhando. Pessoas verdadeiramente podres, sem respeito pelos outros.

A pessoa & quottwo cents & quot é ridícula e não quer assumir a responsabilidade por seu cão. Todo mundo tem que fazer uma petição para a cidade por recipientes de lixo, caso contrário, eles vão jogar cocô em sua lata de lixo. Quantas vezes eu encontrei cocô de cachorro em meu PAPER REYCLE BIN que estava claramente etiquetado. Mesmo dentro de um saco, deixa o recipiente fedendo e temos que desinfetá-lo. Se você não quer ser um dono responsável de cachorro na cidade, não compre um cachorro. Cansado de ouvir dos donos de cães que, por morar na cidade, você deve tolerar quase tudo. Para mim é exatamente o oposto. Se você mora na cidade, deve estar mais atento às outras pessoas e ao seu direito de viver em paz, sem ter que tolerar constantemente comportamentos rudes e descuidados. Além disso, a resposta não é & # 39; levar seu cachorro até a Bond Street ou a Hicks Street & quot onde não há jardins & quot. As pessoas também vivem nessas ruas e já parecem terrenos de despejo de cães.

Na cova da nossa árvore há pequenos seixos e uma mulher estava deixando seu cachorro chutá-los e bater em um carro estacionado. Esse levou o bolo.

& quotCURB YOUR DOG & quot origina-se dos dias em que não havia lei & quot clean after your dog & quot e os cães deviam fazer cocô na rua para que as máquinas varredoras pudessem limpá-lo. NUNCA teve nada a ver com urinar. Nunca vi tantos comentários de ódio a cães. Os cães são companheiros maravilhosos e trazem alegria para muitas pessoas. Eu sou um dono de cachorro respeitoso, mas o nível de vitríolo aqui é estranho.

O significado original de & quotCurbe seu cão & quot é irrelevante. Estamos falando sobre o NOW e os donos de cães que são descuidados e desrespeitosos.

Eu concordo que há muito ódio por cães neste fórum de comentários. Sou um dono responsável e a maioria de nós faz o possível para garantir que nossos cães não incomodem nossos vizinhos. Eu sempre limpo a bagunça do meu cachorro, mesmo quando eu não tenho uma bolsa, vou encontrar uma e me certificar de pegar o lixo. e eu nunca deixo meu cachorro fazer xixi na casa / alpendre / cerca de ninguém. mas as pessoas que colocam placas nas árvores ao longo da calçada estão ficando um pouco empolgadas. para onde eles devem ir? cães machos precisam fazer xixi contra alguma coisa. e um meio-fio não o corta. Tento respeitar esses sinais sempre que os vejo, mas às vezes, se seu cachorro está urinando antes que você possa afastá-los da árvore, é desumano arrancá-los. robert, acho que você lidou bem com a situação e estava totalmente garantido. mas, por favor, pessoal, diminuam o ódio. você pode treinar um cachorro o quanto quiser, mas ele nunca será perfeito o tempo todo.


Por que os cães pertencem sem coleira: It & # 039s ganha-ganha para todos

Freqüentemente, as pessoas me perguntam se os cães devem ser permitidos sem coleira em áreas onde estão protegidos. E, muitas vezes associada a esta pergunta está uma pergunta sobre se os cães na coleira são mais assertivos ou agressivos do que os cães sem coleira. Eu gostaria de saber. Apesar de muito interesse nesta questão, não há estudos formais que eu saiba. No entanto, as respostas que surgem em meu caminho afirmam que os cães sem coleira são, de fato, menos assertivos ou agressivos do que os cães com coleira (algumas discussões interessantes podem ser encontradas aqui).

Um ensaio recente de Wes Siler em Revista Fora chamado "Por que os cães pertencem à coleira ao ar livre" afirma, "Se os donos são responsáveis, a presença de cães sem coleira pode realmente tornar o ambiente externo um lugar melhor." Minhas próprias observações e estudos sobre o comportamento de cães em locais onde eles podem correr livremente apóiam essa afirmação.

Porque algumas pessoas escreveram para mim ou postaram comentários insinuando que eu sou a pessoa que escreveu o ensaio sobre o qual escrevi - não o fiz - Quero deixar claro que não concordo com tudo o que o Sr. Siler escreve e que a "responsabilidade do proprietário" e o contexto são fundamentais. Eu realmente acho que as questões sobre cães sem coleira e cães com coleira precisam ser discutidas abertamente e está claro que precisamos de dados sobre se e como o comportamento dos cães sem coleira difere do comportamento dos cães com coleira.

As pessoas geralmente são mais problemáticas do que os cães

O ensaio do Sr. Siler está disponível online e tenho certeza que atrairá muita atenção tanto daqueles que concordam quanto daqueles que discordam de seus pontos de vista. Um ponto que ele enfatiza é que na maioria das vezes os problemas são os humanos, e os resultados de dois estudos que meus alunos e eu conduzimos corroboram essa conclusão. Em um desses estudos intitulado "Interações entre cães, pessoas e o meio ambiente em Boulder, Colorado: um estudo de caso", observamos que os cães realmente não eram um grande problema para a vida selvagem, outros cães, pessoas ou para destruir a vegetação. também aprendeu que "muito mais pessoas relataram ter visto outras pessoas perturbar a vida selvagem (92,2%) ... significativamente mais frequentemente do que cães (49,7%)." Para obter mais dados sobre este tópico, consulte também "Interações comportamentais e conflito entre cães domésticos, cães da pradaria de cauda preta e pessoas em Boulder, Colorado."

A responsabilidade humana é crítica, assim como a aplicação das regulamentações locais: muitas pessoas são mancas quando se trata de impedir que seus cães se comportem mal

O resultado final de nossos estudos é que a aplicação das regulamentações locais é crítica para manter cães e humanos na linha. Se alguém opta por deixar seu cão correr sem coleira onde é considerado seguro fazê-lo, ela / ele precisa ser responsável pelo comportamento do cão. Isso nem sempre ou quase sempre é o caso. Em nosso estudo das interações cão-cão da pradaria, aprendemos que "as pessoas tentaram impedir os cães de assediar cães da pradaria apenas 25% das vezes. Uma pesquisa mostrou que 58% das pessoas entrevistadas em Dry Creek (todos os proprietários de cães) não acreditavam que os cães da pradaria devem ser protegidos, mesmo que os cães sejam um problema. O aumento da responsabilidade humana provavelmente ajudaria muito na redução do conflito existente entre as pessoas que desejam proteger os cães da pradaria e aquelas que não o fazem. " Também observamos que "estratégias proativas baseadas em dados empíricos podem ser desenvolvidas e implementadas de modo que os interesses de todas as partes possam ser acomodados".

Quero chamar a atenção para o ensaio do Sr. Siler para um público amplo porque as perguntas sobre quem se comporta melhor, cães com ou sem coleira, não vão desaparecer tão cedo. E também estressa os humanos que optam por compartilhar suas vidas com um cão e que optam por deixar seu cão correr livre deve ser responsável pelo comportamento de seu cão. Já ouvi inúmeras desculpas quando algo sai louco, o que é muito raro. No entanto, algumas multas aqui e ali certamente ajudarão a fazer com que os humanos assumam a responsabilidade por seus cães. E isso será uma vitória para todos.

Mais uma vez, como em muitas outras áreas do comportamento canino onde prevalecem os mitos (consulte, por exemplo, "Não sabemos se os cães sentem culpa, então pare de dizer que não"), precisamos pesquisar sobre a questão de saber se os cães sem coleira são realmente menos assertivos ou agressivos do que os cães com coleira. E, o mais importante, independentemente do que sabemos ou pensamos que sabemos, e independentemente do que os estudos científicos possam mostrar, devemos prestar atenção ao contexto específico e a cada Individual cão e saber o que os motiva, porque existem diferenças individuais desenfreadas entre esses seres fascinantes que precisam ser levadas em consideração.


Yelp Boston

Alguém pode explicar por que as pessoas estão tão inclinadas a afixar cartazes cafonas no Dog Curbing em seu quintal decrépito?

Divulgação completa: Eu estou do lado do dono do cachorro. E eu entendo que há uma bofetada subtextual na cara se um animal mijar em sua propriedade, mas por que as pessoas se tornam verbalmente abusivas se um cachorro com coleira está farejando ao redor da borda de seu gramado?

Eu moro em uma cidade que aceita cachorros e fico completamente enojado quando donos irresponsáveis ​​se esquivam da responsabilidade de pegar o animal de estimação (é o pior, mais preguiçoso e mais vil comportamento de todos os tempos). Dito isso, eu encontrei mais e mais pessoas que atribuem esse atributo a qualquer um com um cachorro e vomitam maldades de forma proativa.

Isso acontece perto de você? Se você mora na calçada, você odeia quando vê um cachorro na linha de sua propriedade? Apenas curioso.

Há um monte dessas placas na minha vizinhança. Ouvi dizer que cachorros fazendo xixi em seu gramado podem amarelar a grama ou prejudicar o paisagismo, então acho que entendo por que as pessoas ficam chateadas com isso se passam muito tempo em seus jardins. Também sei que é muito difícil impedir um cachorro de fazer xixi onde quer.

Fico muito irritado com pessoas que não pegam o cocô do cachorro. Isso parece acontecer mais quando chove. Donos de cachorros, a chuva não derrete cocô de cachorro. Mas quanto aos cachorros fazendo xixi? Vá em frente, cachorrinho.

Não deixo meu cachorro fazer xixi ou cocô nos quintais das pessoas mantendo-o sob coleira curta até chegarmos a um local aceitável, mas deixo-o ir na faixa entre a calçada e a rua. Mesmo quando você apanha o cocô, sempre sobra alguma coisinha na grama e o xixi pode matar a grama às vezes. Eu também vivo em uma trilha para caminhada, então normalmente levo meu cachorro para lá, em vez de ir para as ruas. Tenho que admitir, porém, que há partes da trilha onde as pessoas não andam e eu não pego cocô. Se Demps está com grama alta depois de escalar galhos caídos, não vejo necessidade de voltar lá e pegar o cocô.

As pessoas só querem avisar com antecedência que é melhor o cãozinho não fazer cocô em qualquer lugar perto de sua propriedade. Certa vez, tive um cara que gritou comigo por levar meu cachorro para passear na rua em frente à casa dele neste pedaço de terra de ninguém & # 34 que ficava ao lado de um estacionamento. Ele me disse que é melhor eu pegar qualquer coisa que meu cachorro tenha deixado lá. Ok, eu concordo, é uma chatice quando donos de cachorros preguiçosos não limpam tudo, menos sério, gritando com alguém?

Se alguém tiver um gramado decrépito, ele apenas aumentará o sabor.
Se alguém tem um gramado bonito e bem cuidado, essa parece ser uma maneira divertida de mexer com eles.
Se eu tivesse um cachorro, não os deixaria fazer xixi nos gramados de outras pessoas e pegaria o cocô.

Divulgação completa: eu não tenho um cachorro e provavelmente nunca terei um cachorro. Meu gramado é péssimo, já que grande parte dele fica em uma colina extremamente íngreme, tornando-o uma tarefa árdua de mantê-lo. Não tenho pele no jogo. Se alguém quiser que seu cachorro faça xixi no meu gramado, fique à vontade.

Eu possuo uma propriedade.
Custa dinheiro manter minha propriedade.
A menos que seja convidado, não quero você ou seus cães em minha propriedade.

Scott tem razão - invadir é ilegal.
Deixando de lado minha opinião pessoal sobre o assunto, concordo com a interpretação geral de Scott.

Estou bem com cachorros fazendo xixi em nosso quintal. Cocô que não pega? Não muito.

Hoje em dia, conseguimos vídeo graças a câmeras IP super baratas e o plano original era apenas devolver o cocô em uma caixa bonita através de sua caixa de correio. Decidi que não era uma boa ideia - prefiro não anunciar a câmera e não quero causar drama com os vizinhos. Muito melhor julgar de longe. heh.

se você mora em uma cidade, precisa ser flexível em relação a algumas coisas que resultam de viver tão perto de outras pessoas. como fumar é um ótimo exemplo. Se você vai tossir e me encarar exageradamente quando passar por mim quando eu estiver fumando, eu realmente não dou a mínima. é uma cidade. as pessoas vão fumar. lide com isso. cachorros fazendo xixi nos gramados também se encaixa no projeto. não gosta? então, não more em algum lugar com casas empilhadas umas em cima das outras. eu garanto que você faz merdas que me irritam também, eu simplesmente não sou presunçoso o suficiente para esperar que todos os outros saiam de seu caminho para acomodar meus caprichos.

also on topic - i saw this video recently of some chick in a newish benz convertible with a little fake yip-yip dog who pulls over, hops out, lets her dog poop on the sidewalk and then casually gets back in her car and starts pulling away but is stuck in traffic. some good samaritan pulls a napkin out of her purse, picks up the turd, walks over to the lady, admonishes her for not picking up after herself, and then THROWS the turd on her which gets all over her shirt/car, the lady starts screaming and the girl runs away laughing. awesome. i wanna give her a high five and buy her a drink. i love justice

Anyone admit to not picking up after their dog? No? I didn't think so.
This is why you'll get property owners peeved at the sight of a dog on their property. The offenders aren't wearing a sign.

  • Jeremy K.
  • Glastonbury, CT
  • 207 friends
  • 899 reviews
  • Elite ’21

its ok damien, just earmark that house for Halloween, your pooch will want to say thank you for their neighborly attitude.

People not picking up after their dogs mystifies me as much as cat owners not cleaning the litterbox (not the same, I know, but I'm a cat owner). It takes two seconds, just do it!

in medford, I tried to always keep harper on the outside of peoples fences, or up towards city land. I didn't like him going into peoples yards, I really tried to keep him out if i knew they had kids (who wants their kids playing in dog pee and such).

in southie, grass is a premium, my neighbors have a chiuaua and a min pin, and let them run around off leash and let them poop where ever they want (including the path to my back stairway). It's disgusting, and i passive aggressively get retaliation by allowing harper to pee on their potted plants.

I totally understand why a dog owner wouldn't want to pick up after their dog. Which is precisely why I don't own a freakin' dog!

"Animals are crapping in our houses and we're picking it up! Did we lose a war?"
- Homer Simpson

I will clean up my dogs poop, of course! However, there are wild animals peeing and crapping on everything, so people shouldn't get so hostile about "grass-killing" pee. If anyone has a perfect lawn right now after this summer, then you have wasted your money and water on ornamental lawn weed.

Julie, that's a terrible attitude.
1. There are not wild animals peeing and crapping on everything in the city. There just aren't.
2. If people find joy in having a well manicured lawn, who are you to judge? Haven't you "wasted your money" on keeping an animal in your house?

Different people value different things. I think pet owners should respect lawns whenever possible, and home owners should understand dogs sometimes just have to go.

When I read the topic - I thought this was going to be about aloof dogs and dogs with over-confident attitudes (read: poodles). Alas, I was mistaken.

If you aren't going to drop trou and pee on your neighbors lawn, why would you let your dog do it? (If you are going to drop trou and pee on your neighbors lawn. that's a different thread entirely).

Yeah, not to mention wild animals aren't peeing on the same spot on your lawn over and over and over again (ie the most accessible spot) like dogs will.

In my parents' neighborhood, if your dog goes to the bathroom anywhere but the asphalt in the street, you will hear the Wrath of someone who's mad you ruined their boulevard strip/lawn/bush/shrub/sidewalk.

Then again, I've heard people in that neighborhood complain about people who permit their dogs to pee in the dog's own yard, because they don't like looking at brown patches in the grass.

Regarding legality of dogs walking on property while leashed and the owner is on public space (ie, sidewalks), that is a grey area because trespassing doesn't apply to domestic animals, which are considered personal property. A land owner could confiscate your dog and lay claim to it as his own before you'd get fined for trespassing.

But this isn't about the law. There's such a thing as "reasonable expectation," much to Walter's point, and it just seems there are people who live in a stacked-house neighborhood (with, mind you, no strip of grass between sidewalk and road) with few accesible dog zones that are completely obstinate to the existence of outdoor neighborhood pets. Responsible dog owners don't let their pet tear up your lawn, flower garden or what-have-you, but there are people who treat them like they do. It's a NIMFY attitude thing, and to be honest, it sucks.

And yes, uric acid poses a threat to plants if administered multiple times daily, every day. This happens in "designated spots" in people's backyards but is rarely correlative to (and certainly not legally so) the result of public dog walking.

I would like to chime in and say I also agree with Dave that my dislike of handling dog shit is related to my not having a dog. I don't really like handling cat shit either, but at least I get to use a handled scoop for that and not feel its warmth through a plastic bag **shudder**.

And it just seems that there are people that are completely obstinate to respecting other people's property. It's a my-dog-is-more-important-than-you attitude, and to be honest, it sucks.

It's funny, the same issue also makes me not want to have kids.

Remember the good ol' days when dogs used to just go all over fire hydrants?
Today's dogs are spoiled with grass privileges.

I never said it was OK. I dont let my dog do it, but I seriously don't think dog pee will kill grass. Does it really?

The original post was about getting pissy (get the pun, huh!) about people posting signs on their property about dog waste and/or tresspassing. Doesn't really seem all that excessive to me, a lot of people need a lession in bondaries. Why not post it? Most Cities/Towns do.

Something there is that doesn't love a wall,
That sends the frozen-ground-swell under it,
And spills the upper boulders in the sun,
And makes gaps even two can pass abreast.
The work of hunters is another thing:
I have come after them and made repair
Where they have left not one stone on a stone,
But they would have the rabbit out of hiding,
To please the yelping dogs. The gaps I mean,
No one has seen them made or heard them made,
But at spring mending-time we find them there.
I let my neighbor know beyond the hill
And on a day we meet to walk the line
And set the wall between us once again.
We keep the wall between us as we go.
To each the boulders that have fallen to each.
And some are loaves and some so nearly balls
We have to use a spell to make them balance:
'Stay where you are until our backs are turned!'
We wear our fingers rough with handling them.
Oh, just another kind of out-door game,
One on a side. It comes to little more:
There where it is we do not need the wall:
He is all pine and I am apple orchard.
My apple trees will never get across
And eat the cones under his pines, I tell him.
He only says, 'Good fences make good neighbors'.
Spring is the mischief in me, and I wonder
If I could put a notion in his head:
'Why do they make good neighbors? Isn't it
Where there are cows?
But here there are no cows.
Before I built a wall I'd ask to know
What I was walling in or walling out,
And to whom I was like to give offence.
Something there is that doesn't love a wall,
That wants it down.' I could say 'Elves' to him,
But it's not elves exactly, and I'd rather
He said it for himself. I see him there
Bringing a stone grasped firmly by the top
In each hand, like an old-stone savage armed.
He moves in darkness as it seems to me

Not of woods only and the shade of trees.
He will not go behind his father's saying,
And he likes having thought of it so well
He says again, "Good fences make good neighbors."

All my dogs have taken care of their business on my property.

I wouldn't post a warning sign about neighbor dog waste/trespassing on my property but if I ever caught anyone doing it with their pet I wouldn't be passive aggressive about it all. Full on pleasant aggressive I would think.

While visiting friends in Somersett we drove by someone's lawn that had a sign that read "I don't shit on your lawn, don't let your dog do it in mine" and while I get that it can be frustrating to pick up another person's dog's excrements, I found this sign to be completely offensive no matter if I was a dog owner or not (full disclosure, I have two ADORABLE pugs). There's no reason to have a sign with vulgar language on your lawn, in a community that has kids walking around, playing in, etc.

I would not be offended by a simple sign asking to clean up after your pet. Lawn care can be costly and I don't want to be responsible for any other dogs but my own. I also make sure that my dogs either go in our yard or if we do go out that I always have more than enough doggy duty bags with me.


Puppy mills flourish

If a domesticated dog is lucky enough to not to be bred with numerous intentional deformities (and some breeds are even forced to go through surgery to alter their appearance), it is still yanked away from its parents at a young age to be sold to humans as a “pet” through ‘pet’ stores or breeders. Dog ownership has grown to such popularity that many ‘surplus’ dogs languish in shelters, waiting to get adopted by the species that created them, and often unsuccessfully.

Dogs that suffer from �havioral problems’ (these are often dogs that express their natural, repressed instincts) are put to death because they make less than optimal “pets”. Other dogs can even suffer the same fate simply because they are large, black, and unappealing to new families.

To combat the ‘pet overpopulation problem’, it is recommended for most dog owners to ‘spay or neuter’ their animals. These words are a nice way of saying castration, or mutilating the dog’s reproductive organs. Would you want your genitals severed in the name of human population control? Many studies show that such a procedure causes hormone imbalances and increased risk of some ailments.

After dogs go through this procedure, most are fed boring and inadequate dried kibble that is not anywhere near what their natural diet should consist of or taste like. These inferior diets lead to illness, bad breath, and life threatening dental diseases.


Your Morning Routine Ruins Your Dog’s Day

Your morning routine doesn’t have to ruin your dog’s day.

Think about it, Kirstin urged. You get up. You walk your dog. You feed him and then it’s all downhill from there. Your poor dog watches as you get ready for work and head out for 8+ hours. If he’s lucky, a dog walker comes by. But it’s a long, lonely day every day.

So what was the eureka moment?

Kirstin suggested flipping your routine upside down to create a dog-friendly morning routine. Here’s a breakdown of an average morning routine (the one we’re going to fix):

  1. Get up. Spend some time cuddling, checking your phone, and then it’s go time.
  2. Walk Fluffy. This is the highlight of Fluffy’s morning, I almost guarantee it.
  3. Feed Fluffy while you eat breakfast. Another big highlight, I’m sure.
  4. Get ready for work. Kirstin pointed to a few studies that highlight a dog’s stress levels while left alone. The stress hormones in your dog’s body are probably pumping by now.
  5. Go to work. Your dog hangs out all day. If you’re lucky, he sleeps. Kirstin highlighted studies that found dog’s stress levels did não correlate with whether or not they paced, vocalized, or got destructive while left alone. So don’t think that Fluffy’s sleepiness means she’s calm, cool, and collected.

Can you see how this might be a problem? Your generic, boring, normal morning routine ruins your dog’s day.

It might even be contributing to Fluffy’s separation anxiety. If your dog is struggling with separation anxiety, please schedule a call or text me to talk about separation anxiety. I take on clients from anywhere in the world.

All the good stuff is in the beginning. This order of operations makes it easy for your dog to dread your departure.

Don’t let your morning routine start off at the high point and then get worse and worse and worse for Fluffy. Save the good stuff for the end. As you’ll see, my dog is basically begging me to leave by the end of my morning routine. The best part of his morning comes after I leave! Perfect!

Does your dog struggle with your work schedule or have separation anxiety? Sign up for our Left Alone course now!

It’s Easy to Have a Dog-Friendly Morning Routine

As a student of Stoic philosophy, I love morning routines. As soon as I heard this podcast, my mind started racing. Was my morning routine setting Barley up for failure?

No. It wasn’t. Because I already do what Kirstin suggests.

Let’s flip your current morning routine. Put Fluffy’s favorite things at the very end of your morning routine. If at all possible, put them depois de you’ve already left for work!

This means that you’ll get up, get ready for work, and then walk Fluffy. When you get home from the walk, you’ll feed Fluffy – but you’ll leave while Fluffy is still eating. This little change alone will help make Fluffy excited for you to leave. Simply modifying the order of your morning routine will work wonders for Fluffy.

If your dog is struggling with separation anxiety, I can help! We have an entire self-study course dedicated to fixing your dog’s separation anxiety.


Fucking scumbags

This is a very old repost, but it's staying up because it needs to be seen.

Ladies and Gentleman, the absolute worst of humanity.

No more evidence needed: We are living among subhumans

Wouldn’t that have been a sweet time for a sudden group-pit maul-off?

Never thought Iɽ call someone else untermensch.

This is the lowest of lows. They're literally blocking the crosses.

Disgusting. Absolutely disgusting.

Oh wow a bunch of ex-cons and a bitch with a fake service dog. Shocking.

Service dogs should be limited to docile breeds man, what the fuck is a pit gonna do for anyone. Except murder death kill

Wonder how many of them have a prior record.

You’d have an easier time counting how many don’t have a prior record. This group. beyond dangerous

Pit owners are the worst. They make it their life style to defend a dog breed that isn’t endangered at all. The pit was bred to be nice to people, on purpose for pit sports. But most dogs are nice to people unless horribly anxious. It’s really hilariously sad, disgusting, and idiotic all in one, the “dont bully my breed” movement, and lead by people who have zero breed exp and haven’t understood the breed at all who feel threatened for picking a dangerous dog breed. There is inherent responsibility in picking any guard, aggro, working breed dog. Pit owners so naive.

This kind of shit is why I think that the bad/crazy dog owners are trash. These people are so fucking fanatical about a stupid animal and so unhealthily attached to it that they have to shove it into places it doesn't belong and rain the unholy fury of the cult down on anyone who dares not bow down and worship the doggo.

These people brought pit bulls to a dangerous dog victim memorial. That is such shitty, entitled, narcissistic behavior. That very clearly says "fuck you and all your petty wittle PTSD problems you special snowflakes, my precious dog is way more important than you and your dead loved ones."

And that is absolutely disgusting. It sickens me that people think this is okay. Nobody would let a KKK member or Nazi show up to a WWII memorial, right? So why is this shit okay just because it involves dogs?


Sad News: The Villalobos Rescue Center Will No Longer Be Giving Public Tours

Villalobos Rescue Center (VRC) in New Orleans, Louisiana – the rescue behind the hit television show Pit Bulls & Parolees – held its last public tour on June 11, 2016. The rescue itself, along with its retail shop and bar, are still very much in operation.

On June 8th, a visitor confronted founder Tia Torres and Joe, a parolee, over a dog that was in the care of VRC that she claimed was hers. When asked when this woman’s dog went missing, she responded about two years ago. At that point, Tia and Joe knew that the dog in question, Beatrice, wasn’t this woman’s as Beatrice is approximately eight–months old.

Tia tried to explain this to the woman but that’s when the trouble began. Sharing on VRC’s Facebook page, Tia wrote:

The more I kept trying to explain this, the more combative she became. So Joe (our parolee), Beatrice (the dog) and myself walked away to avoid any confrontation. The woman then yelled out, ‘I’m going to ‘f’n’ (she said the entire word) kill this b*****!’ I kept walking until …….I heard my other employees start screaming my name.

Tia’s employees’ cause for concern was very real as this woman had gotten in her minivan and was driving directly towards Tia, who is currently on crutches (unrelated to the incident in question).

Speaking to WDSU in an interview, Tia relayed the incident and the quick thinking of her staff.

She went around behind me and then came around behind me and I just kept backing up backwards to get away from her. All my employees started coming out and chasing her and yelling at her, trying to look for things to throw at her, taking pictures and it was enough to scare her off.

According to the interview, the woman was only about 20 feet away from Tia when one of her staff threw a coffee on the windshield of the minivan, causing her to swerve. Tia relays the incident more in-depth on VRC’s Facebook page, and it’s even more frightening than the news interview.

After one of Tia’s employees threw the coffee, the woman “quickly re-gained control of her vehicle and caught up to [Tia] and began to circle [her] as [she] tried to get out of the way.” Ultimately, it was Tia’s staff taking photos of the woman’s vehicle that saved Tia’s life.

Due to this incident, VRC made the decision to no longer give public tours. According to Tia:

Yes I know…..this is insane. But more bothersome is that it has pushed past [the] simply being ‘crazy’ part [and] has now moved into being flat out dangerous for my family, my workers and the dogs. And because of all of these reasons, we will be halting all public tours to the facility.

Information and photos from this incident, including the woman’s license plate, have been shared with the New Orleans Police Department.

Tia has said that she has previously had people call VRC and threaten her because they think VRC has their dog but has never had a physical and potentially dangerous confrontation like this one.

As far as VRC possibly having a lost dog, Tia always has the same message.

I hope we do have your dog because we want our dogs to go back to their owners. We don’t want to keep your dog!

VRC can be followed on Facebook. To help support VRC’s mission of rescue and rehabilitation, you may donate here.


What To Do When Your Dog’s A Psycho And You’re Like, “Can’t We Just Chill?”

Everyone has that one friend that exercises like humanity depends on it. And everyone has that other friend that would rather take the elevator up one floor than touch the stairs. Sometimes that friend is your dog. Even if that dog is a Dingus.

The difference between your friend and your Dingus dog, is that your friend can probably be coaxed into doing what you want, but your 40lb Bulldog might not want to run that 5k with you, no matter how much beer you have to offer.

When bringing a new dog into your home, your energy levels should never be overlooked. Finding a dog whose energy level matches yours is important for both of your sanities, but it’s also pretty hard. For instance, when I got my dog, she was 8 weeks old and slept 27 hours a day. Now, she’s ready to party at any given moment.

Why do dogs have different energy levels in the first place?

Breeding. The dog breeds we know today are the result of thousands of years of artificial selection. Dogs have been bred to serve specific purposes, this is why breeds are often divided sporting, herding, companion, sledding, hunting and guard “types.”

High energy levels are more prevalent in some dog types than others, it’s in their genes. However, there are deviations. In an article about dog hyperactivity in The Whole Dog Journal, dog trainer Pat Miller mentions she has a high-energy Basset Hound, a breed that is generally laid back and lazy.

How can I make sure our energy levels will match from the get go?

Although it’s a safe guess that a Husky will have more energy to burn than a Great Dane, relying on breed alone isn’t enough to determine a balance. And when adopting, it’s difficult to get a real sense of a dog’s energy level by visiting it in a single environment, the shelter. 100% certainty isn’t guaranteed, so adapting to the dog’s energy level is key.

How do I adapt to my dog’s energy level?

Jake Buvula from 3 Lost Dogs points out that the first step to living with a high energy dog without losing your mind is acceptance. His perspective is simple: your dog is just a genius who really wants to have fun with you, and by fun he means a ton of exercise and mental stimulation.

Dr. Becker from Healthy Pets says that although there’s a clear distinction of energy levels amongst breeds, even the laziest require daily exercise and play. She also notes that it’s easy to confuse low energy for boredom, and sometimes dogs just need motivation to get moving.

Taking your high-energy pup out for a walk or jog, or a trip to the dog park go a long way, and the options to hire a walker or to take your pup to doggy day care are there. After all, a high-energy pup with no place for that energy to go might be more likely to bark, jump, nip or chew.

Low-energy dogs may take less adapting on your end, but there are still ways to make sure they’re getting the (little) exercise they need. They’re happy with a few walks a day, and maybe a quick game of of hide and seek or chess (yes, they can play chess). But the most important thing to remember is to keep your dog healthy and happy, regardless of how much working out she wants to do.